LIVROS
_______

Coleção Bêia

A coleção contém cinco livros, que de maneira lúdica, apresentam as abelhas nativas sem ferrão e sua importância para a Mata Atlântica. O objetivo central da coleção é promover o entendimento sobre o mundo das abelhas que fazem parte do cotidiano e da realidade da região, desconhecida por grande parte dos estudantes. A história é narrada pela Bêia, uma abelha da espécie jataí, que depois de uma conversa com sua rainha compreende a importância da conscientização das pessoas em relação à preservação das florestas para sua sobrevivência.; a partir daí ela decide contar sua história, com a ajuda de várias pessoas envolvidas na preservação do meio ambiente e na conservação das espécies das abelhas nativas. Os livros foram escritos em parceria com a Anecy Oncken, professora da rede pública de ensino de Morretes, que desenvolve atividades mais lúdicas e interativas com seus estudantes e com quem fizemos parceria para realizar este material. Participa também desse projeto, Hermes Palumbo, instrutor do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar PR). As edições são: 1.Bêia2. A abelha 3.O produtor 4.Curiosidades 5.O mel

Eisênia

O livro conta as aventuras das minhocas Eisênia e Pépe pelos sete municípios do litoral e suas principais características, abordando também a importância das minhocas para a natureza de forma a, estimular o estudante a conhecer e se identificar com o tema a partir das histórias, curiosidades e aventuras que ocorrem nas cidades litorâneas. O livro foi desenvolvido e estruturado com uma linguagem voltada ao estudantes do ensino básico, e aborda o conhecimento científico de forma lúdica e integradora, com conhecimentos relacionados as atividades e conteúdos que são abordados em sala de aula, auxiliando o professor no processo de abordagem de temas específicos, trazendo diferentes elementos que potencializam a aprendizagem do aluno de forma interdisciplinar.

Feira Regional de Ciências

O Livro da Feira Regional de Ciências do Litoral do Paraná, contem imagens e resumo dos 51 trabalhos apresentados pelos estudantes na primeira edição do evento, e tem por objetivo apresentar os trabalhos desenvolvidos pelos estudantes e ainda estimular outros estudantes a desenvolverem projetos de ciências e participar das próximas edições da Feira Regional, que desde 2011, passa a acontecer anualmente. As exposições são consideradas uma das formas mais eficientes de divulgação científica, acontecendo em maior evidências nas escolas de ensino através da Feira de Ciências. A Feira oportuniza ao estudantes de várias escolas de municípios diferentes o incentivo pela busca do conhecimento e a integração entre os vários níveis de ensino, em particular mobilizando o interesse para as áreas das Ciências e a sua divulgação.

Guia Parque Rio da Onça

Este guia é composto pelas principais espécies da fauna do Parque Estadual do Rio da Onça e tem o objetivo de contribuir para a proteção e preservação do Parque e dos animais do litoral do Paraná. O Guia surgiu como projeto de um estudante de licenciatura, com o objetivo de ampliar a possibilidade educacional das Unidades de Conservação.O Parque Estadual do Rio da Onça, localizado entre os balneários de Riviera e Praia Grande, no município de Matinhos foi criado em 1981, em uma área de preservação ambiental com 118 hectares, com uma vasta área de restinga e trechos de mata atlântica. O objetivo desta produção é trazer ao conhecimento dos moradores vizinhos ao Parque, estudantes e população em geral sobre alguns dos muitos animais que vivem nesse local especial.

Anuário Científico

O Anuário Científico apresenta temas científicos que estimulam debates diários no ambiente escolar e fora dele. Organizado a partir de ampla pesquisa, utiliza eventos científicos marcantes da história da Ciência. A primeira versão do Anuário foi ilustrada pelo artista naturalista Daniel Conrade e teve como tema a flora e a fauna da Mata Atlântica. O Anuário é um livro de colorir que permite, de maneira interativa, integrar ciência e arte e apresenta conhecimentos sobre o Bioma Mata Atlântica.

PageLines